TIPOS HUMANOS DE CRISTO

TIPOS HUMANOS DE CRISTO

Tipos humanos de Jesus Cristo

 

"Os quais servem de exemplar e sombra das coisas celestiais." (Hb 8.5a).

 

ADÃO

Adão, como o primeiro homem na história da humanidade,”é a figura daquele que havia de vir'' (Rm 5.14c).

Cristo é o primeiro da nova criação. Pela ofensa de um morreram muitos, muito mais a graça, o dom abundou por um só homem, Jesus Cristo (Rm 5.15).

Adão foi feito alma vivente (Gn 2.7). Jesus Cristo é chamado "o último Adão em espírito vivificante" (1 Co 15.45b). Como espírito vivificante, Ele tem poder de dar a vida pelas ovelhas (Jo 10.11).

Pela desobediência de Adão muitos foram feitos pecadores; pela obediência de um, que é Jesus Cristo, muitos serão feitos justos (Rm5.19).

O pecado de Adão impediu o caminho do paraíso, porque um querubim foi posto ali com uma espada inflamada. O Senhor Jesus abriu um caminho novo e vivo para o Santuário de Deus (Hb 10.20). Ele é o caminho para o céu.

 

ABEL (Gn 4.1 a 11)

Quando nasceu Caim, Eva teve uma expressão de alegria que é traduzida assim em nossas Bíblias: "Adquiri um varão com o auxílio de Jeová". Na Lei de Moisés, traduzida pelo rabino Masliah Melamed, também vem nessas palavras.

No texto hebraico, a partícula "ête" está unida à palavra "Jeová". Segundo os hebraistas que conhecemos, esta partícula, que não tem tradução em português, aponta o objeto direto, de que não pode ser separada. Sendo assim, a expressão de Eva foi: "Adquiri um varão, Jeová". Pensava ela que Caim era Jeová, o varão prometido como a "semente da mulher" (Gn 3.15), que esmagaria a cabeça da serpente. De qualquer modo, Eva teve uma grande emoção de alegria com a chegada de Caim. Depois teve Abel e o chamou pelo nome de "Vaidade", coisa sem muita importância. Como se dissesse: Já tenho Caim, vem mais este, para quê?

1. Abel foi chamado vaidade - Jesus era desprezado e o mais indigno entre os homens (Is 53.3).

2.  Abel foi pastor de ovelhas - Jesus é o Bom Pastor (Jo 10.11).

3. Abel ofereceu maior sacrifício - Jesus ofereceu seu próprio sangue, num maior e mais perfeito Tabernáculo (Hb 9.11,12).

4. Abel foi invejado. Caim ficou irado contra Abel porque Deus aceitou a oferta dele e não a sua (Gn 4.4-6) - Jesus foi entregue a Pilatos por inveja (Mt 27.18).

5. Abel foi morto inocente - Jesus foi morto sem ter culpa.

6. Abel foi chamado justo (Mt 23.35)e - Jesus foi chamado justo(At3.14,15).

7. O sangue de Abel fala (Gn 4.10) - O sangue de Jesus fala (Hb 12.24).

 

MELQUISEDEQUE (Gn 14.18-20; SI 110.4; Hb 5.6-10; 7.1-17)

Abraão reconheceu que Melquisedeque era sacerdote de Deus. Deu-lhe o dízimo e foi abençoado por ele.

Abraão, sendo o pai do povo judeu, foi abençoado por aquele a cuja ordem Jesus pertence.

A exposição de Hebreus 7 é para provar que Jesus Cristo é superior ao sumo sacerdote Arão, tanto que antes de Arão, aparece aquele tipo de Jesus.

E mencionado Melquisedeque, sem pai, sem mãe, sem genealogia. Os judeus davam grande valor à genealogia. Só podia exercer um cargo importante, sendo conhecida a origem familiar.

Quando voltaram do cativeiro, no tempo de Esdras e Neemias, alguns que não provaram o registro das genealogias foram rejeitados, considerados imundos e proibidos de comerem das coisas sagradas (Ed 2.62,63; Ne 7.64,65).

Cremos que Melquisedeque era homem descendente de Adão e Noé; sua genealogia era desconhecida, e Deus não quer que o identifiquemos. Pela mentalidade dos judeus, não devia ser o sacerdote de Deus. Mas ele foi aceito como tal por Abraão, e da sua ordem vem Jesus.

Ele era rei de Salém e rei de paz. Salém quer dizer paz e é o nome de Jerusalém; Jesus Cristo, depois de destruir o reino do Anticristo, reinará em Jerusalém como Rei de paz.

ISAQUE

1. Isaque foi filho da promessa (Gl 4.23 e 28), e filho único. Jesus foi o unigênito (Jo 1.14) e foi prometido como "semente da mulher" (Gn 3.15) e como Emanuel, Deus conosco (Is 7.14).

2.  O nascimento de Isaque foi sobrenatural. Os pais não estavam mais em condições de ter filhos (Rm 4.19). O nascimento de Jesus foi sobrenatural.

3. Isaque foi oferecido em sacrifício e obediente em tudo (Gn 22).

Jesus foi obediente em tudo até a morte e morte de cruz (Fl 2.8).

4. No casamento de Isaque, Abraão resolveu providenciar, e o servo Eliezer foi buscar e trouxe a noiva (Gn 24.1-67).

No casamento de Jesus Cristo com a Igreja (Ap 19.7-9; Ef 5.22-32), o Pai resolveu com o seu amor ao mundo, e o Espírito Santo veio habitar conosco para convencer, ensinar e santificar a Igreja que é a noiva, para a realização das bodas (Ap 21.1-3).

 

JOSÉ (Gn caps. 37 a 50)

1. Amado pelo pai (Gn 37.3) - Jesus (Mt 3.17).

2. Odiado pelos irmãos (v 4) - Jesus (Jo 15.24).

3. Enviado pelo pai (vv 13-24) - Jesus (1 Jo 4.14).

4. Vendido (v 28) - Jesus (Mt 26.14,15).

5. Tentado e venceu (Gn 39) - Jesus (Mt 4.1-11).

6. Preso entre dois criminosos, um salvo, outro condenado (Gn 40) - Jesus (Lc 23.32,33).

7. Levantado e exaltado (Gn 41.14,43,44) - Jesus (Mt 28.18).

8. Com trinta anos começou o ministério (Gn 41.46) - Jesus (Lc 3.23).

9. A noiva não-hebréia (Gn 41.45) - Jesus (Ef 5.25,27).

10. A tribulação obrigou os irmãos a procurá-lo (Gn 42) - Jesus (Mt 24.21; Zc 12.10; Is 26.16).

11. Por ele vieram reconciliação e bênção para os irmãos (Gn 45e46)-Jesus(Isll,12e35)

12. Todos os povos abençoados por causa dele (Gn 41.57) -Jesus (Is 2.2 a 4; 11.10).

 

BENJAMIM (Gn 35.16-19)

Quando Jacó chegou perto de Efrata, que é a mesma Belém, cumpriu-se o tempo para o nascimento de seu último filho.

Raquel, a esposa amada, teve um parto difícil e como resul­tado morreu logo em seguida. Pouco antes de morrer, sabendo que o filho estava bem, deu-lhe o nome de Benoni, filho de minha dor. Jacó não concordou com este nome e chamou-o Benjamin, filho da minha direita.

Jesus Cristo nasceu em Belém, como estava profetizado por Miquéias (Mt 2.1,5,6). Pode ser chamado "filho da minha dor". Simão disse à Virgem Maria que uma espada transpassaria sua própria alma (Lc 2.34,35). Também para o Pai, contemplá-lo pregado na cruz, levando os pecados do mundo, é tê-lo como filho da dor.

Ao mesmo tempo Jesus é como Benjamim, filho da direita, porque “está à direita de Deus intercedendo por nós" (Rm 8.34).

 

MOISÉS

E o personagem referido em maior número de livros da Bíblia. Seu nome aparece em trinta e um dos livros do volume sagrado e em 847 vezes. O historiador César Cantu disse dele: “Moisés, o maior homem que a humanidade conheceu".

E chamado: servo do Senhor (Êx 14.31); fiel em toda a sua casa (Nm 12.7 e Hb 3.5); homem de Deus (Dt 33.1); profeta que não teve igual (Dt 34.10,11); o escolhido de Deus (Sl 106.23) e outros títulos.

Como tipo de Cristo apresenta muitos pontos:

1. Ameaçado de morte e preservado por Deus (Êx 2.2-10; Hb 11.23). Jesus também (Mt 2.13-15).

2. Dominou a água do mar (Êx 14.21) - Jesus (Mt 8.26).

3. Alimentou uma multidão (Êx 16.15,16; Jo 6.31)- Jesus (Jo 6.11,12).

4. Teve seu rosto iluminado (Ex 34.35) - Jesus (Mt 17.1-5).

5. Os irmãos estiveram contra ele (Nm 12.1) - Jesus (Jo 7.5).

6. Intercedeu pelo povo (Êx 32.32) - Jesus (Jo 17.9).

7. Escolheu 70 auxiliares (Nm 11.16)-Jesus (lc 10.1).

8. Esteve a sós com Deus 40 dias em jejum (Êx 24.18) - Jesus (Mt4.2).

9. Andava com 12 tribos - Jesus com doze apóstolos.

10. Apareceu depois da morte (Mt 17.3) - Jesus (Atos 1.3).

 

BOAZ (Rute caps. 2 a 4)

Os israelitas em sua terra não vendiam a herança. Quando alguém precisava de dinheiro, realizava uma venda provisória, espécie de hipoteca e penhor. Recebia o dinheiro, e sua parte de terra ficava para uso de quem fez o negócio, mas só até o ano do jubileu, quando voltava para o primeiro dono. Elimeleque, quando foi para Moabe, fez este negócio, porém morreu lá e os filhos também morreram. Um deles fora casado com Rute, no entanto não deixou filho. Para a terra retornar à família, era necessário que alguém passasse ao credor o valor da terra que ele recebeu de Elimeleque. Além disso, precisava casar com Rute e o primeiro filho deste casamento seria o herdeiro. O parente mais próximo do falecido e que fosse solteiro era o que poderia fazer isto. Na história do livro de Rute, havia outro mais próximo do que Boaz. Aquele que devia ser o remidor disse que não podia (Rt 3.12; 4.4-6), por isso Boaz realizou o ato que se chamava redimir, e casou com Rute. Tornou-se tipo de Jesus porque:

1. Era varão valente e poderoso (Rt 2.1) - Jesus (Mt 28.18).

2. Era natural de Belém (Rt 2.4) - Jesus nasceu em Belém (Mt 2.1).

3. Era da tribo de Judá, a tribo do Rei (Mt 1.3-5) - Jesus é o leão da tribo de Judá (Ap 5.5).

4.  Teve compaixão de uma moça pobre que precisava de auxílio (Rt 2.8-15). Jesus teve compaixão dos que formam a sua Igreja.

5. Boaz se tornou o remidor e tomou a Rute como esposa (Rt 4.13) - Jesus foi e é o remidor da Igreja fazendo-a sua esposa.

Outro estava em primeiro lugar, porém não pôde ser o remidor. Pôde representar a Lei que veio antes de Cristo, contudo não pôde redimir.

 

DAVI

Quando Samuel convocou a reunião dos filhos de Jessé para ungir um rei escolhido por Deus, Jessé não se lembrou de Davi. Esqueceu-se dele ou pensou que não era necessária a sua presença (1 Sm 16.10,11). É semelhante a Jesus.

1. Davi era considerado sem importância para ocasiões espe­ciais. Jesus Cristo foi desprezado pelos homens que não fizeram dele caso algum (Is 53.2 e 3).

2. Davi foi ungido por ordem de Deus (1 Sm 16.1,12,13). Jesus foi o Cristo, o Ungido de Deus (Lc 4.18; At 4.27; Hb 1.9).

3. Davi enfrentou o gigante Golias, que desafiou o povo de Deus. Tomou Davi cinco pedras e usando uma só venceu o gigante (1 Sm 17.40,49,51). Jesus enfrentou o gigante Satanás, tendo à sua disposição cinco livros do Pentateuco, mas usou só um (o de Deuteronômio) e o Diabo o deixou (Mt 4.1-11).

4. Davi era pastor de ovelhas (1 Sm 16.11). Jesus é o Bom Pastor (Jo 10.14) e o Sumo Pastor (1 Pe 5.4).

Uma particularidade digna de atenção é como Davi se iden­tificou bem com o ofício de pastor de ovelhas. Sentia-se res­ponsável pela proteção das ovelhas, enfrentando um leão e um urso. Em tudo isto ele reconhecia a dependência de Deus. Dizia: "O Senhor me livrou da mão do leão, e da do urso..." (1 Sm 17.37a). Não confiava em sua força, mas em Deus.

Pensando no castigo do povo por causa de um erro seu, considera-se pastor diante das ovelhas e pergunta a Deus: "...estas ovelhas que fizeram?..." (2 Sm 24.17c).

Há uma referência profética bem tocante, falando de Davi como pastor. "E levantarei sobre elas um só pastor...o meu servo Davi é que as há de apascentar; ele lhes servirá de pastor" (Ez 34.23).

A solicitude de Davi pelo rebanho aparece como um exemplo de dedicação às ovelhas e ao pai. Não pensa em seu conforto, porém no bem-estar e na proteção das ovelhas. Por isso teve inspiração para aplicar a ilustração do pastor à proteção e dependência de Deus nas palavras do Salmo 23.

 

JONAS

Os escribas e fariseus pediram a Jesus um sinal, e Jesus respondeu que não lhes seria dado outro senão o do profeta Jonas (Mt 12.38-41).

Há quem diga que a narrativa de Jonas é lenda porque há ali dois pontos inacreditáveis. Jonas ter sido engolido, passando três dias vivo, e uma geração toda mudar de religião com a pregação de um estrangeiro.

O Espírito Santo já sabia que haveriam de negar estes dois fatos e inspirou os evangelistas a escreverem esta declaração do próprio filho de Deus.

Jesus afirmou que ".. .como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do peixe, assim estará o Filho do homem três dias e três noites no seio da terra. Os ninivitas ressurgirão no juízo com esta geração, e a condenarão, porque se arrependeram com a pregação de Jonas..."(Mt 12.40,41b).

Jonas já era profeta em Israel no tempo do rei Jeroboão U (2 Rs 14.25). Desobedeceu quando Deus o enviou a Nínive, não queria que aquele povo inimigo de Israel fosse perdoado. Foi castigado pela desobediência, mas Deus lhe deu uma segunda oportunidade. Ele foi, pregou e toda aquela geração se converteu.

1.  Jonas é tipo de Jesus, porque foi enviado a um povo condenado por Deus. Jesus foi enviado a um mundo condenado.

2. Os que se arrependeram com a pregação de Jonas foram perdoados. Os que se arrependem com a mensagem de Jesus são perdoados.

3. Jonas esteve três dias e três noites no ventre do peixe. Jesus esteve três dias e três noites na sepultura.

4. Jonas saiu vivo para continuar seu ministério. Jesus saiu ressuscitado para continuar sua obra.

Jonas também é tipo do povo de Israel, escondido entre as nações durante quase 2.000 anos, para aparecer num futuro glori­oso. O peixe não pôde digerir Jonas. As nações não destruíram Israel.

 

Tipos que Vão além da Pessoa de Jesus

Eva - a Igreja.

Caim - os que confiam nas suas obras.

Abel - os que confiam no sangue.

Enoque - os santos trasladados.

Moisés - os santos ressuscitados.

Noé - "os restantes'' que habitarão a nova terra.

Abraão - os crentes que andam pela fé.

Ló - os crentes que andam pela vista.

Ismael - a semente carnal.

Isaque - a semente espiritual.

Esaú - a velha natureza.

Jacó - a nova natureza.

 

No Casamento de Isaque

Abraão - Deus, o Pai.

Sara - Israel.

Isaque - Jesus Cristo.

Rebeca - A Igreja.

Eliezer - O Espírito Santo.

Quetura - Israel restaurado.